Quem segue minha viagem pela China

15/12/2012

你好

Bom gente, sei que estou em débito por ter passado mais de um mês sem atualizar o Blog. Confesso que, além do meu dia a dia corrido, outro motivo me fez pensar se realmente valeria manter este espaço atualizado: há quatro semanas minha vida estava um inferno astral com o meu futuro incerto na China. Para quem não sabe vim à China por vários motivos: melhorar meu inglês (sim, acredite se quiser rs); aprender Mandarim e ter uma oportunidade de trabalho ao qual eu pudesse me sentir um profissional realizado. Muita gente me pergunta porque eu escolhi a China e a resposta é simples. Este sempre foi meu sonho de criança morar na Ásia (China ou Japão).

Passei os últimos dois anos da minha sonhando com este intercâmbio e pensando como queria que ele fosse a melhor experiência que a vida poderia me propiciar. Quando alguém me pergunta qual foi o fator decisivo para arrumar as malas e tentar a vida do outro lado do mundo, respondo sem pensar duas vezes que foi a minha desmotivação profissional em estar em Manaus. Quando se é jovem você busca estar envolvido em algum tipo de trabalho que, além de uma boa remuneração, possa te fazer sentir importante profissionalmente. No meu caso, avaliando minhas experiências profissionais em Manaus eu nem estava sendo bem remunerado e muito menos me sentia um profissional valorizado. Eu não queria isso para mim (não que eu nunca vá voltar a Manaus. É claro que vou voltar, porém no momento certo). Tenho a filosofia na qual você é o responsável pelas coisas que acontecem na sua vida. Se você não se sente bem com as condições em que vive cabe só a você mudar isso. Não espere pelos outros aquilo que só você pode fazer por si mesmo. Se queres ver mudança, corra atrás e não acredite que uma empresa ou uma outra pessoa vá bater a sua porta oferecendo uma oportunidade milionária.

Enfim, voltando a Ásia. Cheguei na China um pouco mais de 2 meses e no meu primeiro mês cai em um dos golpes mais comuns aqui. O esquema é que a empresa te contrata no Brasil, você assina um contrato para desenvolver uma atividade por 12 meses recebendo uma remuneração X. Porém esse papel, o contrato, não vale nada. Infelizmente é assim que a banda toca em algumas empresas da China (Pelo amor do amado, não tô aqui afirmando que não existem empresas sérias por aqui. Estou apenas alertando que há má pessoas em qualquer lugar do mundo). Desde a minha primeira semana trabalhando nesta empresa notei que eles não estavam cumprindo com o que prometeram e no final do primeiro mês fiquei sem eira e nem beira na China, pois eles simplesmente não me pagaram. O pior foi ter que ouvir desaforo, ser alvo de comentários maldosos por parte do dono e ainda por cima a empresa queria me propor um empréstimo para eu ir pagando ao longo do ano, ou seja, dar dinheiro para trabalhar. Agora imagine você no meu lugar tendo apenas 7 moedas no bolso, sem dinheiro para nada nem para comer e para pagar aluguel -  e eu ainda preocupado com o inverno pois precisava ainda comprar roupas para o frio.

Foi nesse momento que eu vi o quanto uma experiência no exterior pode testar todos os nossos limites. Eu disse a mim mesmo que não podia deixar que todo o meu sonho (de morar na China) fosse pelo ralo em um mês. Eu vim para cá com um objetivo claro de permanecer por 12 meses. Eu tinha que me focar nisso, nos meus objetivos. Vi uma cena muito legal na novela Salve Jorge que me fez voltar ao "perrengue" que foi viver está situação e como foi a minha reação ao saber que tinha saído da minha terrinha enganado.




Graças a Deus tive o apoio de amigos, em especial a Sol, que ajudaram a superar essa situação e hoje consegui dar a volta por cima. Agora estou trabalhando no departamento de comunicação de uma empresa de e-commerce chinesa e sou o responsável pelas atividades de Maketing e Relações Públicas para todo o mercado brasileiro. Este novo emprego caiu do céu para mim, acredito muito na mão de Deus, pois se eu não tivesse conseguido essa chance com certeza eu teria regressado frustrado ao Brasil e meio que também decepcionado comigo mesmo.

Dá lição que eu tiro disso tudo e que divido com meus amigos é LUTE SEMPRE. Nunca tenha medo de mudar aquilo que não te faz bem. Você não se conhece até passar por um desafio que te faça chegar ao extremo. Como foi no meu caso que precisou ficar na rua, sem dinheiro e sem rumo para perceber que havia um guerreiro dentro de mim para não deixar essa empresa se safar e continuar a enganar outras pessoas.

Mudar nunca é fácil, ainda mais quando se estar em um país que nem o jornal você consegue ler sozinho, mas acredite: toda e qualquer experiência nos faz crescer e de certa forma nos fortifica. É normal ter medo do desconhecido, afinal não é todo dia que você está disposto a pular de um penhasco.


Ps1.: Depois de envolver até a policia na história consegui fazer com que a empresa pagasse o que me devia (mas isto fica para um outro post explicando como lidar em caso de empresas como esta)


Ps2.: morrendo de saudades da farinha e do X-salada!!!

4 comentários:

Postar um comentário